05 Oct
Ameaças de possíveis demissões em empresas em caso de vitória de Lula serão investigadas no RS

A divulgação de documentos em que empresas do Rio Grande do Sul informam a possibilidade de demissões de funcionários em caso de vitória do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência da República, tomou conta das redes sociais na terça-feira, 4 de outubro. Em decorrência da situação, considerada uma possível tentativa de coação eleitoral, o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul e o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região divulgaram uma nota conjunta alertando sobre o fato.

Assinada pelo procurador-chefe do MPT-RS, Rafael Foresti Pego, e pelo presidente do TRT da 4ª Região, Francisco Rossal de Araújo, o texto alerta sobre a possibilidade de crime supostamente praticado. No entanto, o documento não é direcionado a nenhuma das empresas que tiveram seus nomes divulgados nas cartas. No documento, os representantes dos órgão informam que tais atitudes podem levar a medidas extrajudiciais e judiciais na esfera trabalhista, pontua a nota.

 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.