25 May
25May

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), negou, na terça-feira, 24, que teria aceitado o convite para compor a chapa à presidência da República junto com a senadora Simone Tebet (MDB). O boato começou a correr logo após a retirada da candidatura do ex-governador de São Paulo, João Doria, na segunda-feira, 23.

Após saber sobre a informação, o ex-governador gaúcho chegou a criticar a divulgação da notícia que, segundo ele, não teve nenhuma apuração. 

Em uma rede social, Leite manteve o discurso de que o momento é de aguardar uma decisão da executiva nacional do seu partido. “Vejo e entendo como natural que se encaminhe a discussão de apoio a Simone (Tebet). Mas o PSDB precisa aprofundar a discussão com o MDB sobre o projeto para o país e como se dará essa construção. Confio que chegaremos a um denominador comum", disse.

Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini / Divulgação

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.