03 Dec

A cientista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, disse, nesta sexta-feira, 3 de dezembro, que a nova variante Ômicron do coronavírus é muito transmissível, mas que não há motivo para pânico, pelo menos por enquanto. A afirmação foi dada em entrevista onde a cientista-chefe da entidade disse que é necessário ter cautela e estar preparado para o agravamento da situação.

A afirmação vem no momento em que o mundo inteiro começa a confirmar a presença da nova variante. Segundo Soumya, apesar da situação de alerta, as pessoas já estão mais preparadas e a ciência avança com a produção de novas vacinas que poderão ser eficazes no combate a covid-19 e suas novas cepas. “Até que ponto devemos ficar preocupados? Precisamos estar preparados e cautelosos, não entrar em pânico, porque estamos em uma situação diferente de um ano atrás”, disse.

Descoberta em novembro, no sul da África, a variante Ômicron ainda é muito desconhecida por parte da ciência. Soumya diz ainda que é necessário redobrar os cuidados e aguardar novos resultados de pesquisas para entender quais mecanismos de proteção deverão ser adotados. “Precisamos esperar, espero que a cepa seja mais amena, mas é muito cedo para tirar conclusões sobre a variante como um todo”, disse.

Atualmente, a variante Delta é a responsável por 99% dos casos de infecção no mundo.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.