03 Jan

O presidente Jair Bolsonaro foi internado na madrugada desta segunda-feira, 3 de janeiro, em São Paulo, após sofrer dores abdominais, provocadas por um suposto quadro de obstrução intestinal. A informação foi confirmada pela equipe de comunicação do Palácio do Planalto. Bolsonaro estava em férias em Santa Catarina e precisou antecipar seu retorno.

De acordo com as informações, ele seguiu direto ao Hospital Vila Nova Star para a realização de exames. As informações dão conta que o presidente passa bem, entretanto, segundo o hospital, não há previsão de alta. Quem deve cuidar de Bolsonaro é o médico Antônio Luiz Macedo, que operou Bolsonaro após a facada sofrida durante a campanha eleitoral de 2018. O profissional está nas Bahamas e espera um avião para voltar ao Brasil para avaliar o quadro de saúde dele.

Conforme nota divulgada pela instituição, Bolsonaro foi diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal - quando a obstrução intestinal não é completa e o paciente ainda pode continuar eliminando gases -, está em situação estável, mas sem previsão de alta. 

De acordo com a Secretaria de Comunicação do Governo (Secom), Bolsonaro não tem agenda para hoje e amanhã. Bolsonaro estava desde o dia 27 de dezembro em São Francisco do Sul.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.