09 Sep
Bolsonaro pede em áudio que caminhoneiros liberem as estradas

Um áudio do presidente Jair Bolsonaro divulgado em grupos de WhatsApp pede que caminhoneiros de todo o país liberem as estradas para evitar que os bloqueios afetem a economia e, consequentemente, desabasteçam as prateleiras de supermercados, entre outros. No material, Bolsonaro chama os profissionais de "aliados", mas que os bloqueios acabam atrapalhando o desenvolvimento do país. 

Segundo o chefe do Poder Executivo, as paralisações, além de afetar a economia do país, prejudicam as famílias em situação de vulnerabilidade. "Fala para os caminhoneiros aí, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação e prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres. Então, dá um toque no caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade", disse Bolsonaro. 

Ainda, segundo o áudio, o presidente diz que a solução para toda a situação do país se dará em Brasil, após negociações com autoridades. "Deixa com a gente em Brasília aqui e agora. Mas não é fácil negociar e conversar por aqui com autoridades. Não é fácil. Mas a gente vai fazer a nossa parte aqui e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? E aproveita, em meu nome, dá um abraço em todos os caminhoneiros. Valeu", finalizou Bolsonaro. O

Os bloqueios nas rodovias tiveram início ainda na terça-feira, 7 de setembro, junto com as manifestações em apoio a Bolsonaro. No entanto, a movimentação não é liderada por entidades da categoria e sim, de natureza política.

Foto: PRF / Divulgação 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.