08 Sep

Uma reunião na manhã desta quarta-feira, 8 de setembro, entre o presidente da República, Jair Bolsonaro e o Conselho de Governo, formado por ele, vice-presidente, ministros e eventuais convidados, deve avaliar o resultado das manifestações realizadas no feriado da Independência do Brasil, na terça-feira, 7 de setembro. O encontro está agendado para esta manhã, em Brasília. Este é o primeiro encontro do ano do grupo. A última reunião do Conselho havia sido realizada em 19 de novembro do ano passado.

Durante um de seus discursos, Bolsonaro havia informado aos manifestantes que convocaria o Conselho da República, órgão formado por diversos membros de fora do governo, como lideranças do Congresso Nacional. Este grupo tem por objetivo discutir temas como intervenção federal, estado de defesa e de sítio. No entanto, nenhum dos presidentes da Câmara e do Senado haviam sido comunicados da reunião. Horas depois, ministros do presidente disseram que, na verdade, a reunião seria do órgão do governo, apenas para discutir ações da gestão. 

Realizadas em pelo menos 24 estados, as manifestações a favor de Bolsonaro mostraram força e mobilização de Bolsonaro, mesmo em queda nas últimas pesquisas de popularidade. Entre as pautas defendidas pelos manifestantes estavam o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional, intervenção militar, consideradas medidas inconstitucionais, além das eleições de 2022 com a utilização do voto impresso, proposta já derrubada na Câmara dos Deputados no mês passado. 

Foto: Reprodução

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.