11 Mar

Bolsonaro criticou governadores que, segundo ele, não aparelharam e organizaram hospitais e centros de saúde de seus estados para combater a pandemia

Em mais uma de suas manifestações públicas, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas restritivas impostas pelos governos estaduais para frear a disseminação do novo coronavíus no país. O chefe do Executivo disse, nesta quinta-feira, 11, que fazer lockdown não é a solução para combater o vírus, podendo agravar ainda mais a economia do país.

Segundo Bolsonaro, saúde e economia precisam andar juntas. "Sou preocupado com vidas. Mas, como sempre disse, a economia e a vida têm que andar de mãos dadas. Temos dois problemas que se agravam, o vírus e o desemprego”, disse.

Nesta quinta-feira, o presidente participou de um encontro com a Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa. Durante o evento, Bolsonaro criticou governadores que, segundo ele, não aparelharam e organizaram hospitais e centros de saúde de seus estados para combater a pandemia. “Lá atrás quando se decidiu pela política de lockdown, do confinamento, do 'fica em casa', o objetivo era dar tempo dos hospitais se aparelharem, para que fossem feitos hospitais de campanha, para que fizessem leitos de UTIs, se comprassem respiradores. E não faltou dinheiro por parte do governo federal”, disse.


Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.