10 Aug
Brigada militar prende cinco pessoas por contrabando de agrotóxicos em Anta Gorda

Pelo menos cinco pessoas foram presas por contrabando e descaminho durante operação da Brigada Militar em Anta Gorda. O fato ocorreu na terça-feira, 9 de agosto, quando quatro homens e uma mulher foram detidos após serem flagrados em abordagem policial.

As prisões ocorreram por volta do meio dia, no momento em que o policiamento realizou a abordagem de um caminhão bitrem, que transportava uma carga de milho na área central da cidade. 

De acordo com as informações, um homem de 39 anos, natural de Santa Catarina, realizava o transporte da carga. Durante a abordagem, os policiais perceberam o nervosismo do condutor. Durante vistoria, os policiais localizaram em meio a carga,  75 galões de 20 litros de agrotóxico do tipo Paraquat Sigma, produto que tem sua comercialização proibida no Brasil e que teria origem argentina.

A apreensão só foi possível após perceber que outros dois veículos, um Vectra e um Honda Civic acompanhavam o veículo como batedores. Ao perceberem a presença da polícia, os dois carros empreenderam fuga. No entanto, as guarnições iniciaram a perseguição, localizando o Vectra em uma residência no município de Arvorezinha.

Durante a abordagem, um dos indivíduos que estava no interior do carro correu para o interior da casa e saltou por uma janela, não sendo mais visto. No veículo encontrava-se o condutor, um jovem de 25 anos, e mais três passageiros, argentinos, dois homens, de 40 e 25 anos, e uma mulher de 19. Na residência foram encontradas diversas caixas de variados tipos de bebidas, uma espingarda calibre 20, uma pistola modelo TS9 e diversos outros produtos.

Conforme a Brigada Militar, durante consulta ao sistema integrado de segurança foi confirmado que o condutor do Vectra possuía antecedentes criminais por roubo de veículo e roubo a pedestre. O condutor do caminhão não tinha passagens pela polícia. 

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão à quadrilha, que, juntamente com o material apreendido, foi encaminhada à Polícia Federal de Santa Cruz do Sul.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.