06 Dec
Cachorrinha precisa de ajuda da comunidade para voltar a andar

Cacau foi atropelada e abandonada pela tutora no bairro Vila Nova, em Bento Gonçalves, enquanto ainda amamentava seus filhotes. Agora, ela não mexe as patinhas traseiras e tem dificuldades para fazer as necessidades, além de sentir fortes dores


Enquanto ainda amamentava seus dois filhotinhos, no começo de novembro, a cachorrinha Cacau, de aproximadamente três anos, foi atropelada no bairro Vila Nova, em Bento Gonçalves, e depois abandonada pela própria tutora. Agora, para poder voltar a andar normalmente, ela precisa de uma cirurgia de quase R$ 5 mil (veja detalhes abaixo).

No dia do acidente, um vizinho recolheu os três da rua, mas como ela estava bastante machucada, pediu ajuda nas redes sociais para que fosse levada a uma clínica veterinária. Lá, uma primeira avaliação apontou que Cacau estava com uma fratura na pelve.

Nesse meio tempo, ela foi acolhida em um lar temporário onde permanece até hoje, recebendo todo carinho e amparo, mas ainda sem conseguir mexer as patinhas traseiras e também sem conseguir fazer suas necessidades sozinha. Como as dores e as limitações de locomoção persistiram, foi providenciada uma segunda análise veterinária, desta vez mais completa: infelizmente, um novo raio-x apontou que, na realidade, a fratura é em uma vértebra da coluna da cadelinha.

A operação – que deve ser realizada no Centro Especializado em Neurologia e Oftalmologia Veterinária (Cenov), em Caxias do Sul, pelo médico veterinário Rafael Chaves – só será encaminhada quando a quantia para o pagamento for totalmente arrecadada. O objetivo é evitar que dívidas se acumulem, já que Cacau seguirá necessitando de cuidados.


Por isso, tanto os responsáveis pelo resgate como pelo lar temporário correm contra o tempo para tentar impedir que a situação dela se agrave. Com a cirurgia, Cacau poderá voltar a ter uma vida normal e sem dor, além de ter mais chances de conseguir um novo lar definitivo, assim como conseguiram seus dois filhotinhos.

Contribua! Para poder organizar melhor a campanha, todas as doações devem ser direcionadas para o PIX (54) 9.9166.9993, em nome de Jorge Bronzato Jr. O mesmo número de telefone pode ser usado para o envio de comprovantes e dúvidas sobre o caso, via WhatsApp.

É importante ressaltar que qualquer valor pode ajudar a fazer a diferença na vida da Cacau!

Ao final, toda a prestação de contas será feita publicamente e também de forma direta para as pessoas que contribuírem.

Foto: Divulgação 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.