08 Sep

A baixa adesão dos brasileiros junto à Campanha Nacional de Vacinação fez com que o Ministério da Saúde prorrogasse até o dia 30 de setembro as ações. Conforme a pasta, até a segunda-feira, 5 de setembro, apenas 34% do público-alvo, que são as crianças de um a quatro anos, tinha tomado a vacina contra a poliomielite. 

Desde 1994, o Brasil não registra casos da doença. Porém, a baixa adesão às vacinas nos últimos anos, pode provocar o retorno da poliomielite no país, uma vez que novos casos já foram registrados no exterior, em países como os Estados Unidos e Israel.

A meta no Brasil é imunizar 95% de um total de 14,3 milhões de crianças.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.