18 Nov

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Sul prendeu seis pessoas preventivamente e cumpriu 15 mandados de busca e apreensão em Caxias do Sul. A ação, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) - Segurança Alimentar, foi deflagrada na manhã dessa quinta-feira, 18, e visa desarticular uma organização criminosa que abastecia duas hamburguerias na cidade com carne de cavalo, misturada em outros tipos de carne de peru e suíno. 

A suspeita foi confirmada com a realização de exames de DNA que comprovaram a presença de carne equina. De acordo com o Gaeco, semanalmente, o grupo distribuía cerca de 800 quilos para os dois locais que produziam lanches. De acordo com o MPRS, os envolvidos não tinham autorização para realizar o abate e comercialização de nenhum tipo de carne, sendo realizadas de forma clandestina, sem qualquer fiscalização.


Logo mais, às 11h, uma entrevista coletiva será realizada na sede do MP, em Caxias do Sul, pelo coordenador do Gaeco – Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho. Também estarão presentes representantes da Secretaria Estadual da Saúde e da Secretaria Estadual da Agricultura, que também participam da operação, que conta com o apoio da Brigada Militar.

Fotos: Tiago Novo Coutinho | MPRS

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.