30 Jun
Casos de varíola dos macacos chega a 37 no Brasil

O número de pessoas que tiveram diagnóstico positivo para a chamada varíola dos macacos chega a 37 no Brasil. As informações foram confirmadas pelo Ministério da Saúde na quarta-feira, 29.

Desde o início do monitoramento da situação no país, os casos se concentram em São Paulo, com 28 confirmações, seguidos do Rio Grande do Sul com dois e os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, que somam um caso cada.

O que é a varíola dos macacos

É uma zoonose viral, isto é, uma doença infecciosa que passa de animais para humanos, causada pelo vírus de mesmo nome (varíola dos macacos). Este vírus é membro da família de Orthopoxvirus, a mesma do vírus da varíola, doença já erradicada entre os seres humanos.

A varíola dos macacos foi identificada pela primeira vez em 1958 entre macacos de laboratório. 

A doença começa com febre, fadiga, dor de cabeça, dores musculares, ou seja, sintomas inespecíficos e semelhantes a um resfriado ou gripe. Em geral, de a 1 a 5 dias após o início da febre, aparecem as lesões cutâneas (na pele), que são chamadas de exantema ou rash cutâneo (manchas vermelhas). Essas lesões aparecem inicialmente na face, espalhando para outras partes do corpo.

Os casos atuais têm apresentado alguns elementos atípicos, como a ausência dos sintomas de mal-estar iniciando o quadro clínico, e também a manifestação do exantema que começa na área genital e perianal e pode não se espalhar para outras partes do corpo.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.