05 Nov

Uma determinação do prefeito de Encantado, Jonas Calvi, publicada na quinta-feira, 4 de novembro, determinou prioridade no atendimento das demandas dos serviços considerados essenciais na administração pública. A medida ocorre após redução drástica no fornecimento de combustíveis no Brasil, onde, em alguns casos, atingem mais de 50% do volume solicitado pelas distribuidoras. Com a decisão, a prefeitura deve priorizar o abastecimento dos ônibus do transporte escolar e as ambulâncias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Conforme a prefeitura, as distribuidoras que abastecem o reservatório do Centro de Operações Encantado (CEOPE) também manifestaram preocupação com a falta de combustível, a partir deste mês, aumentando o risco de escassez dos insumos, colocando o país em situação de desabastecimento.

O documento também orienta os controladores da frota de veículos do município para que colaborem na eficiência do monitoramento. “Pedimos a compreensão da nossa comunidade por esse momento, visto que alguns serviços de máquinas ficarão prejudicados em função da escassez de combustível”, comentou o prefeito Jonas.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.