24 Nov

O avanço da vacinação e sua comprovada eficácia mostra redução de casos e internações provocadas pela covid-19. Com isso, o Hospital de Estrela pretende desativar a estrutura de leitos temporários da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para casos graves de coronavírus. Conforme a instituição, a redução de internações e mortes nos últimos dois meses foi decisiva para iniciar o processo.

Conforme o hospital, apenas 50% dos leitos de UTI existentes estão ocupados no momento. Desse total, 20% são de pacientes com covid-19. O restante, 80% são de pessoas internadas em decorrência de outras comorbidades. A queda vem sendo notada desde o mês de setembro. 

No Rio Grande do Sul, o cenário também é semelhante. Conforme o sistema de monitoramento da Secretaria Estadual da Saúde (SES), dos mais de 3,2 mil leitos de UTI existentes, apenas 380 estão com pacientes acometidos pela covid-19.

Foto: Rede Divina Providência / Divulgação

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.