15 Mar

Um encontro realizado na segunda-feira, 14, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Porto Alegre, mobilizou lideranças de todo o Rio Grande do Sul, contrárias aos possíveis fechamentos de Varas da Justiça do Trabalho. O movimento ocorre após levantamentos do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, que levantou a hipótese no início deste ano. O encontro na Capital contou com a presença do prefeito de Encantado, Jonas Calvi, que manifestou-se contrário ao fechamento. 

Segundo informações da OAB gaúcha, a ideia do Conselho é fechar, pelo menos, nove varas, entre elas, a instalada em Encantado. Em sua fala, Calvi apontou os possíveis prejuízos, caso a unidade local seja fechada. “Não estamos aqui chamando atenção para números, mas sim para os prejuízos que essas comunidades sofrerão. No nosso caso, são dez municípios afetados. Queremos estar juntos. Somos apoiadores natos contra o fechamento”, disse. 

A Vara do Trabalho com sede em Encantado atende dez municípios, são eles Anta Gorda, Capitão, Doutor Ricardo, Encantado, Guaporé, Ilópolis, Muçum, Nova Bréscia, Putinga, Relvado, Roca Sales, União da Serra e Vespasiano Corrêa.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.