19 Jul

Os 34 turistas do Vale do Taquari que estão retidos no Chile em decorrência de uma forte nevasca na região da Cordilheira dos Andes devem retornar à região ainda nesta semana. A previsão é de que a liberação pelas estradas do país vizinho ocorra pelo governo. Há 10 dias, o grupo está preso na fronteira entre o Chile e a Argentina. 

De acordo com o grupo, a volta deve iniciar entre hoje, 18 e amanhã, 19. Caso se confirme a previsão, a chegada dos turistas ocorre no final de semana. Depois do sufoco inicial, onde todos precisaram ficar alojados em espaços do exército, o grupo conseguiu ser remanejado para um hotel em Santiago do Chile até as estradas serem liberadas. 

O retorno dos turistas ocorrerá por meio terrestre. Foi cogitada a hipótese de volta por transporte aéreo. 

Apesar da melhora climática na segunda-feira, 18, onde não houve registro de neve, a liberação de veículos ainda é lenta e com muitas restrições. A passagem pelo túnel internacional Cristo Redentor, na fronteira com a Argentina ainda está fechada. 

Conforme o governo argentino, são mais de 400 caminhões presos no trajeto. Do Vale do Taquari outros dois caminhoneiros aguardam a liberação para seguir viagem. 

O muçunense Gabriel Schuck é um deles. Ele já está há nove dias dormindo em seu caminhão. Esta é a primeira vez que rapaz passa pelo percurso que deveria terminar em Santiago. 


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.