20 Jan

Enquete realizada pelo Portal Acontece no Vale e encerrada na noite de quarta-feira, 19, mostra que 52,2% dos participantes aprovam a presença de carros de som automotivo nas praias do Rio Taquari, em Muçum. No total, dos 182 participantes, 95 disseram que não há problema quanto a colocação de som no local. 

Apesar do apoio, 40,7% dos entrevistas, ou seja, 74, disseram ser contrários a prática no local e outros 7,1% (13 pessoas), não souberam opinar sobre o assunto. 


A polêmica veio à tona na segunda-feira, 17, após publicação em uma rede social sobre a situação em Muçum. Em seu perfil no Facebook, Valesca Pasqualetto, que também preside o Conselho Municipal de Turismo, questionou sobre a presença de som automotivo nas praias junto ao rio Taquari. Segundo ela, diversos veículos estavam nos balneários com a sonorização que, ultrapassava os limites do bom senso. 

Após a postagem, centenas de opiniões contrárias ao seu posicionamento e favoráveis foram publicados em sua rede social. Inclusive, em muitos comentários, jovens que possuem som automotivo criticaram a falta de um local apropriado para a atividade. Entre os apontamentos, uma suposta promessa de campanha política, por parte do atual prefeito de Muçum, Mateus Trojan, que, caso eleito, o município ofereceria um espaço para a prática. 

No entanto, em nota Trojan garantiu que não fez nenhuma promessa do tipo a nenhum grupo, mas que é parceiro para procurar uma solução definitiva ao entrave. Porém, para que isso ocorra legalmente, é necessário que haja uma associação, regularizada. "De qualquer forma, sempre estivemos dispostos a encontrar uma área para essa prática. Sou parceiro e gostaria muito de ajudar esse público", revela o prefeito. "Acredito que devemos ser francos, pois inexiste promessa não cumprida. Sempre fomos transparentes e colocamos que, para se conseguir um local, é necessário que seja formada uma associação, regularizada", afirma.

 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.