26 Nov

Para continuar prevenindo os casos de dengue, agentes comunitárias de saúde e de endemias, juntamente com a equipe de enfermagem de Muçum realizaram na manhã desta sexta-feira, 26, um mutirão de limpeza para identificar e combater possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. 

Durante o trabalho, as agentes percorreram locais da cidade, como o cemitério municipal, para verificar a existência de água parada em vasos, além de efetuar o recolhimento de lixo nas proximidades do Rio Taquari. Neste ano, a cidade, assim como outros municípios do Vale do Taquari, tiveram confirmação para a presença e infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. 

Cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti

Na maioria das vezes os focos do mosquito estão localizados dentro dos quintais e das próprias residências. A água parada pode estar, por exemplo, em calhas, pneus, vasos de planta, garrafas pet, ralos ou uma simples tampinha de garrafa. Nesses lugares, o mosquito se reproduz e pode iniciar um novo ciclo de contaminação.

A orientação é conservar a caixa d'água, tonéis e barris de água bem fechados; colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira fechada; não deixar água acumulada sobre a laje, manter garrafas com boca virada para baixo; acondicionar pneus em locais cobertos; proteger ralos sem tampa com telas finas, encher pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda e lavá-los uma vez por semana são algumas das medidas de prevenção.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.