25 Jan

A forte estiagem e as constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica que afetam a população agrícola do Vale do Taquari foram os principais assuntos da reunião mensal da Associação dos Secretários dos Municípios do Vale do Taquari (Asmvat), realizada na segunda-feira, 24, em Encantado. 

Durante o debate, os presentes buscaram alternativas para auxiliar os produtores rurais a quitar dívidas relacionadas ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e também aos custeios. A crise no campo se agravou ainda mais com a falta de chuvas, que acaba prejudicando e quebrando a safra gaúcha. 

Outra possibilidade para minimizar os efeitos da crise é dar anistia de 50% a 70% da dívida ou o pagamento para o último ano sem juros. 

Além da estiagem, a falta de energia elétrica pautou a reunião. Os secretários municipais foram orientados a realizarem um levantamento dos principais problemas enfrentados na área para apresentar na reunião do dia 21 de fevereiro, que vai contar com a participação de integrantes do Ministério Público do RS e da RGE.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.