11 Oct

Após a derrota para o Santos, pelo placar de 1 a 0, no domingo, 10, na Vila Belmiro, o técnico Luiz Felipe Scolari foi demitido do comando do Grêmio. A informação foi confirmada na madrugada desta segunda-feira, 11. De acordo com a direção do clube, a decisão foi tomada em "comum acordo". Felipão já atuou no Grêmio em outras três oportunidades. 

Nesta última, ele assumiu o comando com a meta de tirar o tricolor da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Porém, após 21 jogos a frente do elenco, o time continuou no chamado Z4 e, agora, é o penúltimo colocado da tabela, ampliando ainda mais a crise no clube. Também foram demitidos os auxiliares Carlos Pracidelli e Paulo Turra e o preparador físico Anselmo Sbragia. Pelo Grêmio, Felipão foi campeão da Copa do Brasil, da Libertadores e da Recopa Sul-Americana. 

Agora, o time busca outro nome para tirar o Grêmio da grave situação. Na quarta-feira, 13, o time enfrenta o Ceará, pela 26ª rodada do Brasileirão. Neste jogo, o técnico interino deve comandar o elenco. 

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.