18 Aug

Pelo menos 650 mil pessoas deverão receber mensagens de celular com orientações para realizar a devolução do benefício do Auxílio Emergencial. A informação foi divulgada pelo Ministério da Cidadania, após apuração de denúncias de fraudes encaminhadas, por decisão voluntária ou por recebimento indevido. Os avisos serão disparados entre esta quarta, 18, e quinta-feira, 19. Na mensagem, os beneficiários serão comunicados sobre a necessidade de restituir os recursos aos cofres públicos.

Conforme o Governo, as mensagens serão enviadas pelos números 28041 ou 28042, contendo o registro do CPF do beneficiário e o link iniciado com gov.br. O Ministério alerta que qualquer comunicado encaminhado por números diferentes, deve ser desconsiderado.

Após o aviso, quem recebeu o benefício indevidamente poderá efetuar a devolução de duas maneiras. Para quem declarou o Imposto de Renda, gerando o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), poderão acessar o site gov.br/dirpf21ae e seguir os passos.

Já para quem não possui Darf, mas recebeu os valores indevidamente, é necessário acessar o link gov.br/devolucaoae e inserir o CPF do beneficiário. Após preencher as informações, uma Guia de Recolhimento da União (GRU) será emitida para posterior pagamento.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.