23 Jan

O aumento assustador de novos casos de covid-19 em Encantado fez com que a direção do Hospital Beneficente Santa Terezinha e Administração Municipal publicassem uma nota técnica alertando para a situação crítica que o atendimento do Pronto Socorro da casa de saúde vem passando.

Em reunião realizada na quinta-feira, 20, os presentes falaram da preocupação das equipes de saúde sobre a superlotação do espaço. Além do aumento de casos da covid-19, pessoas com outras comorbidades também ocupam o mesmo local, aumentando ainda mais o risco de contágio. 

Com a definição, a orientação agora é que os atendimentos a serem priorizados no Hospital sejam direcionados para casos de urgência e emergência. As demais situações, como sintomas gripais, a nota técnica orienta que a população busque atendimento junto aos Postos de Saúde da cidade e no Centro de Operações de Emergências, pelo fone (51) 99841-0235.

Além disso, o aplicativo da Secretaria Municipal da Saúde "Eagle Care" também é outra forma de realização de uma triagem para avaliar a condição clínica do paciente. 

Segundo a nota oficial, a procura indiscriminada ao Pronto-Socorro pode provocar superlotação no serviço e prejudicar o atendimento dos pacientes com maior gravidade.

Orientações para quem necessitar de atendimento médico

Conforme a prefeitura, para pacientes com síndrome gripal e sintomas como dores de garganta, cabeça, musculares e ouvido, etc, a orientação é procurar as unidades de saúde nos horários de atendimento, o COE 24 horas ou o aplicativo “Eagle Care”.

Já no Pronto Socorro do Hospital Santa Terezinha, o paciente que se deslocar até lá deverá passar por uma triagem que vai avaliar a gravidade do caso. O procedimento é realizado através de protocolos do Ministério da Saúde, em que os casos de urgência e emergência recebem atendimento prioritário. Em razão dos atendimentos prioritários pode haver demora no atendimento dos casos menos graves.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.