25 Mar

Uma determinação do Ministério da Saúde informa que idosos acima de 80 anos deverão receber a chamada segunda dose de reforço contra a covid-19. Segundo estudos, a medida se faz necessária, uma vez que pessoas mais velhas possuem redução na criação de anticorpos contra a doença.

Segundo a pasta, a orientação é que a vacina seja, preferencialmente, da Pfizer. Os imunizantes da Janssen e da AstraZeneca também podem ser utilizados, independentemente da vacina anterior.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.