20 Dec

Pessoas imunossuprimidas vão receber quarta dose de vacina contra a Covid-19 no Brasil. A informação foi divulgada em uma nota técnica do Ministério da Saúde nesta segunda-feira, 20. De acordo com o documento, todas as pessoas acima de 18 anos e que fazem parte desse grupo, poderão receber a quarta dose a partir de quatro meses após a última aplicação do esquema vacinal (duas doses + dose adicional), independente do imunizante aplicado. 

Conforme a pasta, a vacina a ser utilizada deverá ser, preferencialmente, a da Pfizer. Em casos alternativos, o ministério sugere que poderão ser utilizadas vacinas da Janssen ou AstraZeneca. A decisão em realizar mais uma nova dose da vacina ocorre após o resultado de estudos científicos que apontam tendência de redução da efetividade das vacinas contra a covid-19 com o passar do tempo. A quarta dose seria uma forma de aumentar a resposta imunológica do organismo e, consequentemente, oferecendo maior proteção.

Quem são as pessoas imunossuprimidas?

De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra o novo coronavírus, pessoas imunossuprimidas são aquelas que possuem imunodeficiência primária grave, como é o caso de pacientes em tratamento contra o câncer (quimioterapia) ou transplantados (órgãos ou de células tronco), além de pessoas que fazem uso de drogas imunossupressoras e pacientes em tratamento de HIV/Aids. 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.