14 Jan
Indígena é a primeira criança vacinada contra a covid-19 no Brasil

O valente Davi Seremramiwe Xavante, de apenas oito anos, foi a primeira criança a ser vacinada contra a covid-19 no Brasil. O ato simbólico ocorreu nesta sexta-feira, 14, em São Paulo. O menino, que é de origem indígena, foi vacinado por volta do meio dia. Davi, que é indígena, integra os grupos prioritários para a vacinação neste momento. Além dos indígenas, quilombolas, crianças com doenças crônicas e com deficiência permanente estão na lista inicial para serem imunizados com a vacina da Pfizer.

No Rio Grande do Sul, as 59 mil doses do imunizante chegaram há pouco e deverão ser distribuídas na próxima semana. A expectativa é de que a vacinação no estado inicie na quarta-feira, 19.

A meta da Secretaria Estadual da Saúde (SES) é vacinar 96.427 meninos e meninas com alguma comorbidade, como hipertensão, diabetes ou asma, ou imunossuprimidos. Depois, as 862.747 crianças sem comorbidades compõem o próximo grupo a ser imunizado. 

Pelo cronograma acertado, a imunização delas também poderá começar neste mês, com a primeira dose aplicada para quem tem 11 anos. Crianças indígenas (3.911) e quilombolas (1.188) serão vacinadas conforme orientação futura do Ministério da Saúde. 

Foto: Governo de São Paulo / Divulgação

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.