01 Nov
Inflação no Brasil deve passar de 9% até o final do ano, estima o mercado financeiro

A inflação está longe de ser controlada, conforme estima o mercado financeiro. Nesta segunda-feira, 1º de novembro, o boletim Focus, do Banco Central, que apresenta a estimativa da inflação para os próximos meses mostra, pela 30ª vez seguida, uma estimativa de alta no índice, podendo chegar a 9,17% até o final do ano. A projeção está baseada em documentos de mais de 100 instituições do mercado para os principais indicadores econômicos. Para o ano que vem, a previsão é de que os indicadores fiquem em 4,55%.

O cenário é de preocupação, visto que nem a alta na taxa básica de juros, anunciada na semana passada, consegue segurar a estimativa de aumento da inflação. No levantamento anterior, as previsões estimavam que a inflação poderia chegar aos 8,96% até o final de 2021. Segundo o mercado financeiro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)  não deveria ser maior que 5,25% este ano, segundo a meta de inflação fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). O centro da meta é de 3,75%, mas a margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo permite que o índice varie de 2,25% a 5,25%.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.