27 Nov

O prefeito de Graibaldi, Alex Carniel, e o vice, Sérgio Chesini, ambos do Progressistas, foram afastados dos cargos após publicação do acórdão da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) que determinou a cassação dos mandatos. Quem assume o cargo temporariamente, até a realização de novas eleições, é a presidente da Câmara de Vereadores, Márcia Pedersetti, do mesmo partido.

Apesar da decisão, a defesa dos políticos informou, por meio de nota, que vai opor embargos de declaração junto ao TRE-RS, na tentativa de suspender a decisão proferida ontem. Um recurso especial junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá ser encaminhado para reverter a situação.

Em uma rede social, o prefeito de Garibaldi postou um vídeo agradecendo os apoios recebidos e destacou as ações realizadas durante os 11 meses em que esteve à frente da administração. Carniel afirmou que respeita as decisões da Justiça, mas que vai buscar o direito de ampla defesa em todos os tribunais necessários. "Quem não ganhou no voto agora quer ganhar no tapetão", afirmou o prefeito.

O pedido de impugnação por abuso de poder político e econômico, além de arrecadação e gastos ilícitos de recursos foi movido pela coligação Garibaldi no Caminho Certo (PDT, PTB, MDB, PL, DEM, PSD e PCdoB), dos candidatos Antônio Fachinelli e Eldo Milani, ambos do MDB.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.