27 Nov
Laudo da Polícia Civil aponta causa da morte de Marília Mendonça

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou que a cantora Marília Mendonça e todas as pessoas que estavam a bordo do avião que caiu em Caratinga, no dia 5 de novembro, morreram de politraumatismo, ou seja, diversas lesões pelo corpo.

A informação foi divulgada pelo médico-legista Thales Bittencourt de Barcelos, em coletiva na quinta-feira, 25. "Todos os exames relacionados ao exame dos tecidos vieram negativos e confirmaram as lesões traumáticas", afirma.

A polícia tomou o depoimento de um piloto que pousou em Caratinga cerca de 20 minutos depois do acidente. Segundo o delegado Ivan Lopes Sales, esse homem conversou com o piloto do avião acidentado, que não relatou qualquer problema com a aeronave. "Pela oitiva desse piloto, a estimativa que eu faço é que o piloto que acidentou estava a um minuto, um minuto e meio do pouso, quando infelizmente, parece que se chocou, mas ainda precisa dessa perícia para confirmar esta possibilidade".

O choque do avião com as linhas de distribuição de uma torre da Companhia Energética de Minas Gerais é uma das linhas de investigação.

A outra, é uma possível pane nos motores da Aeronave.

Fonte: Radioagência Nacional
Foto: Reuters / Direitos Reservados

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.