03 Jun

O leilão para concessão das ERS-128, 129, 130 e RSC-453 no Vale do Taquari já tem data para acontecer: 1º de setembro. A informação foi confirmada no Diário Oficial do Estado. Agora, as empresas interessadas tem até o dia 29 de agosto para entregar suas propostas na B3, a bolsa de valores do Brasil, em São Paulo. O anúncio do vencedor do certame deve ser conhecido no início de setembro.

O anúncio casou indignação de lideranças políticas e empresariais do Vale do Taquari, já que o assunto não e a forma de concessão não é consenso entre os grupos que discutem. Eles aguardavam que o governador do Estado, Ranolfo Vieira Junior propusesse mais uma rodada de negociações, visando adaptar o plano e garantir melhorias para as cidades envolvidas. Porém, não foi o que aconteceu.

Agora, segundo o edital, a empresa vencedora do certame será aquela que apresentar o menor valor de tarifa de pedágio, sem limite de desconto, porém com exigência de aporte de capital próprio a cada ponto percentual de deságio. As vencedoras terão a concessão durante 30 anos, sendo obrigadas a investirem R$ 4,1 bilhões em ampliações e melhorias que proporcionarão maior fluidez do trânsito e segurança por meio da redução da quantidade de acidentes.

No projeto para o Bloco 2, onde estão inseridas as rodovias da região, a empresa vencedora terá a obrigação de duplicar cerca de 282,7 quilômetros de rodovias. Também há previsão de construção de 48 passarelas e 141 dispositivos de interseção.  

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.