18 Jul

Uma petição na internet, defendendo a candidatura própria do MDB ao Governo do Rio Grande do Sul foi lançada pelos ex-governadores Pedro Simon e José Ivo Sartori e o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo. No documento online, eles defendem que o partido mantenha o deputado estadual Gabriel, Souza, na disputa. O documento, aberto a qualquer pessoa, inclusive não filiados ao partido, foi lançado no domingo, 17.

Em defesa da candidatura própria, os líderes emedebistas afirmam que a forma como o ex-governador do RS e pré-candidato, Eduardo Leite, dialogava com a sociedade no período em que esteve governador, difere do que o MDB defende. "Na perspectiva do futuro, o próximo governador deve ter como prioridade absoluta o próprio governo do Estado, sem outros objetivos eleitorais. Um governador que honre os compromissos publicamente assumidos", afirma o documento.

Apesar do documento ser assinado por lideranças do partido, já nas primeiras horas de seu lançamento, a petição foi motivo de chacota e zombarias nas redes sociais. Isso ocorreu porque das cerca de 500 assinaturas, foram registradas apoio em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de outros líderes do PT e até de pré-candidatos a governador de outros partidos.

Amanhã, 18, prefeitos e vice-prefeitos do MDB de todo o RS deverão se reunir para bater o martelo em favor da aliança do partido com o PSDB, assim como ocorrerá em nível nacional, com o apoio à candidatura de Simone Tebet ao Palácio do Planalto.




Comentários
* O e-mail não será publicado no site.