17 Nov

A Justiça condenou a 19 anos e quatro meses, em regime fechado, a mãe que provocou um acidente de trânsito na BR-386, em Lajeado, no dia 17 de maio. Há exatos seis meses depois do acidente e mais de seis horas de júri, a mulher foi condenada por tentativa de homicídio, com agravante de motivo torpe. 

Durante o julgamento, quatro testemunhas foram ouvidas, além da acusada. A defesa alegava que a ré agiu sob forte pressão emocional, após o término do relacionamento com o pai da criança de apenas dois anos. Segundo a defesa, o envolvimento do ex-marido com drogas e o comportamento agressivo perante a ré foram utilizados como mecanismos para aliviar a condenação. 

Em depoimento, a acusada disse que a gota d´água para seguir com o plano foi a descoberta de uma situação de adultério flagrado no dia do crime. “Disse para ele que seria a última vez que ele me viria”, relatou a acusada. 

 Após pouco mais de uma hora de explanação da defesa, a promotoria optou por abrir mão da réplica. Os jurados fizeram a votação e decidiram pela condenação da ré. A sentença foi proferida às 19h38min. Agora, a acusada retorna para a penitenciária Madre Pelletier, em Porto Alegre, onde estava presa.

Foto: Vinicius Mallmann  

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.