10 May

Em pouco mais de um ano, desde que as visitações foram iniciadas, mais de 50 mil pessoas já passaram pelo Cristo Protetor de Encantado. Os números foram recentemente divulgados pela Associação Amigos de Cristo, que é a mantenedora do empreendimento turístico. A média, a cada final de semana, é de aproximadamente dois mil visitantes, mesmo sem a obra ter sido finalizada. 

Agora, com a parte externa da estátua finalizada, a expectativa é de que o número de turistas aumente, consolidando, cada vez mais, a obra, como um marco no turismo do Vale do Taquari. 

O local passou a ganhar notoriedade quando os braços e a cabeça foram içados no ano passado. Inúmeros veículos de comunicação do mundo divulgaram imagens da obra, que acabou ganhando destaque. Com 39 metros de envergadura e 43 metros de altura, o Cristo de Encantado é, de fato, maior do que o do Rio de Janeiro, que tem 28 metros de envergadura e 38 de altura. Instalada no pé de um morro, a escultura retrata Cristo de braços abertos e olhando para todo o município, em uma vista panorâmica.

A visitação ao Cristo acontece aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h. O valor de entrada é R$ 20.

Depois de finalizar a parte externa do monumento, a entidade mantenedora projeta investimentos no entorno da área. Um estudo de viabilidade técnica está sendo realizado para, posteriormente, ser discutido em audiências públicas com a comunidade local, uma vez, que a estrutura foi construída em meio a morros e montanhas. A preocupação agora é buscar possibilidades de investimentos sem interferir nas áreas de preservação.

Além disso, outro desafio é a chegada de água e luz no local. Segundo a associação, as tratativas com a prefeitura já estão adiantadas. Até o momento, apenas o repasse de R$ 4 milhões para asfaltar a estrada que liga a Lagoa Garibaldi até o Cristo Protetor foram confirmados pelo Governo do Estado. No entanto, as obras no trajeto de 2,5 quilômetros não foram iniciadas.

Foto: Emerson Ruckert

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.