14 Mar

A informação foi divulgada na tarde deste domingo, 14, após vazamento de informações de que o general havia pedido demissão ao presidente Jair Bolsonaro

O Ministério da Saúde negou uma possível saída do ministro Eduardo Pazuello do comando da pasta. A informação foi divulgada na tarde deste domingo, 14, após vazamento de informações de que o general havia pedido demissão ao presidente Jair Bolsonaro, alegando problemas de saúde. 

Segundo o Ministério, até o momento, a pasta segue sob comando do general. “O Ministério da Saúde informa que até o presente momento o ministro Eduardo Pazuello segue à frente da Pasta, com sua gestão empenhada nas ações de enfrentamento da pandemia no Brasil”, diz a nota enviada pela assessoria do ministro.

Apesar da negativa, neste domingo, a cardiologista Ludhmila Hajjar esteve em Brasília para conversar com o presidente Bolsonaro. A indicação da médica partiu do presidente da Câmara, Arthur Lira. 


Foto: Euzivaldo Queiroz / Especial MS
 


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.