10 Aug

Segue até o dia 9 de setembro, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação. A meta do Ministério da Saúde é alcançar cobertura vacinal igual ou superior a 95% em crianças de um a menores de cinco anos de idade, além de reduzir o número de não vacinados de crianças e adolescentes menores de 15 anos e melhorar as coberturas vacinais, conforme o Calendário Nacional de Vacinação. 

Conforme a pasta, em todo o Brasil mais de 40 mil postos de vacinação vão estar abertos para realizar a aplicação das 18 vacinas que compõem o Calendário Nacional de Vacinação da criança e do adolescente.

Para a campanha contra a poliomielite o grupo-alvo são as crianças menores de cinco anos de idade, totalizando mais de 14.3 milhões de pessoas, sendo que as crianças menores de um ano deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para esquema primário. As crianças de um a quatro anos deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico.

Neste período, crianças e a população em geral poderão atualizar seu calendário que é composto pelas vacinas: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Já, para os adolescentes, estarão disponíveis para os adolescentes, as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). T

Manter em dia as vacinas aumenta a proteção contra as doenças imunopreveníveis, evitando a ocorrência de surtos e hospitalizações, sequelas, tratamentos de reabilitação e óbitos. 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.