27 Aug
Morre, aos 54 anos, vítima da covid-19, o cantor e compositor nativista Beto Mayer

O coronavírus levou embora mais um talento da música nativista: Beto Mayer faleceu na manhã desta sexta-feira, 27, em Osório, no Litoral Norte. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo desde o dia 6 de agosto, quando teve confirmada sua contaminação pela doença. No dia 13, seu quadro clínico se agravou e Mayer precisou ser entubado. Ele chegou a esboçar melhora em seu estado de saúde, mas acabou piorando. De acordo com a família, o artista não estava imunizado contra a doença e não tinha histórico de outras doenças. 

Natural de Capão da Canoa, Beto Mayer tinha uma trajetória de mais de 30 anos como músico e compositor nativista. Conhecido pela alegria e descontração em seus shows, o artista tem em sua biografia sucessos como  Amorosa, Jaguatirica, Erguendo Poeira, Bretes do Povo, Bom Guri e Vá Embora Não, entre outras. 

O velório de Mayer ocorrerá em Capão da Canoa, em horário e local a serem definidos. Em nota, a assessoria do músico informou que as despedidas serão divulgadas ao longo do dia. "Contamos com a oração de todos neste momento de luto e dor", explica a postagem em uma rede social do artista.

Foto: Instagram Beto Mayer / Reprodução

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.