03 Nov

Morreu na madrugada desta quarta-feira, 3 de novembro, aos 64 anos, o ex-prefeito de Muçum, Tarso Antônio Bastiani. De acordo com as primeiras informações, ele teria passado mal em casa e não resistiu.

Bastiani foi vice-prefeito no período de 2001 a 2008 e depois eleito prefeito para a gestão 2009-2012. Apaixonado por motociclismo, também presidiu a Associação Muçunense de Motociclismo, a Sociedade Cultural, Esportiva e Recreativa José Garibaldi e a antiga Associação Muçunense de Canoagem, além de integrar diversas diretorias de associações e entidades locais.

Ele deixa a esposa Roseli Predebbon Bastiani (Nenê), os filhos Júlia, Maira, Fernando e Augusto, um neto, a mãe Zilda e os irmãos.

Em nota oficial, a prefeitura municipal de Muçum decretou luto de três dias pela morte do ex-prefeito. Conforme o comunicado, Bastiani, deixa um legado de determinação, responsabilidade e compromisso com o desenvolvimento de Muçum. "Em decorrência, a Administração Municipal declara Luto Oficial de três dias. A mesma coloca-se a disposição dos familiares e deseja força a família e amigos para superarem a partida", diz o documento publicado nas redes sociais da prefeitura. 

As primeiras informações sobre o velório e o enterro de Bastiani é de tudo ocorra no sábado, 6 de novembro, após a chegada de seus três filhos e irmã que residem fora do Brasil.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.