30 Dec

Morreu aos 83 anos, na madrugada desta quinta-feira, 30, a escritora gaúcha Lya Luft. Ela lutava, há cerca de sete meses, contra um câncer, do tipo melanoma, em estágio de metástase. A informação foi confirmada pela filha, Suzana Luft. A escritora estava em casa e faleceu enquanto dormia.

Segundo as informações, Lya havia sido internada, porém, no Natal, pediu que passasse a data em casa, na companhia dos familiares.

Os atos fúnebres deverão ser abertos apenas para os familiares.

Autora de 31 títulos, como "O quarto fechado", "As parceiras" e "O rio do meio", Lya foi, durante anos, colunista da revista Veja. Atuamente, escrevia para o jornal gaúcho Zero Hora. A escritora era viúva do dicionarista Celso Luft, autor do dicionário que leva seu sobrenome.

Foto: Leonardo Cendamo / Getty Images  

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.