30 May

Morreu no início da tarde desta segunda-feira, 30, aos 88 anos, o ator Milton Gonçalves. Ele faleceu em casa, em decorrência de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em 2020. A confirmação da morte foi feita por familiares.

Conforme as informações repassadas pela família, Gonçalves enfrentava as sequelas do AVC ocorrido durante uma feijoada na quadra da escola de samba Salgueiro, no Rio de Janeiro.

Milton Gonçalves nasceu em 9 de dezembro de 1933, em Monte Santo (MG). Em sua trajetória, foi aprendiz de sapateiro, de alfaiate e de gráfico. Entrou na área da arte em 1965, quando foi contratado pela TV Globo, integrando o primeiro elenco de atores da emissora.

Desde o início de sua carreira, Gonçalves fez mais de 40 novelas é lembrado por personagens marcantes da televisão brasileira, como o Professor Leão do infantil "Vila Sésamo" (1972), o Zelão das Asas, de "O Bem-Amado" (1973), e o médico Percival, de "Pecado Capital" (1975). Como ator, também participou de outras produções, como "Roque Santeiro" (1985), "Tenda dos Milagres" (1985), "As Noivas de Copacabana" (1992), "Agosto" (1993), "Chiquinha Gonzaga" (1999) e mais.

Na direção, o ator teve sua primeira participação em 1970, durante a novela "Irmãos Coragem", de Janete Clair. Ele também dirigiu os primeiros capítulos da novela "Selva de Pedra" (1972) e "Escrava Isaura" (1976), uma das novelas mais vistas no mundo. Seu último trabalho na TV Globo foi na minissérie "Se eu Fechar os Olhos Agora", de 2019. 

Foto: Bruno Santos/ Folhapress 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.