09 Nov
Morre o ator e cantor Rolando Boldrin, aos 86 anos

O ator, cantor e apresentador de TV Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira, 9 de novembro, aos 86 anos, na cidade de São Paulo. A informação foi confirmada pela mulher do artista, Patrícia Maia.

Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, mas a causa da morte ainda não foi informada. O corpo do artista será velado no Hall Monumental da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a partir das 8h de quinta-feira, 10, até 16h.

Em seguida, será encaminhado para sepultamento no cemitério Gethsêmani Morumbi, às 17h. O acesso para visitação do público será feito pelo portão do estacionamento localizado na avenida Pedro Álvares Cabral, 201, apenas para pedestres.

Nascido em 22 de outubro de 1936, Rolando Boldrin entrou para a história da cultura brasileira como um dos um dos grandes compositores, intérpretes e divulgadores da música brasileira "raiz".

Entre a década de 1950 e 1980, ele trabalhou em novelas da Band, RecordTV e Tupi, como as tramas "A Muralha", "Pé de Vento", entre outras, e conviveu ao lado de artistas importantes, como Lima Duarte, Laura Cardoso e Dionísio Azevedo. Seu último trabalho em novela foi na trama "Os Imigrantes" (Band).

A veia artística também fez o paulista lançar sua uma carreira musical. Ele estreou na música em 1960 como um participante do disco de Lourdinha Pereira, que viria a se tornar sua mulher mais tarde.

Já como apresentador de TV, Rolando Boldrin colocou o rosto nas telonas a partir da década de 80 e esteve à frente dos programas "Som Brasil", (TV Globo), "Empório Brasileiro" (Band) e "Empório Brasil" (SBT). Sua última atração foi o "Sr. Brasil", na TV Cultura.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.