03 Jan

Mais um município entrou para a lista das cidades que decretaram situação de emergência por conta da forte estiagem que afeta boa parte do Rio Grande do Sul. Dessa vez, Muçum decretou, na semana passada, a situação. Conforme a prefeitura, o setor primário, sobretudo a cultura de grãos, já sofre graves consequências, como a perda considerável da produção. 

A prefeitura estima que os prejuízos provocados pela estiagem cheguem próximos dos R$ 8 milhões. Em agenda na Capital Federal, o prefeito Mateus Trojan esteve reunido com o Diretor de Obras de Proteção e Defesa Civil, Paulo Falcão para buscar recursos que reduzam os impactos gerados pela falta de chuva.

Até que as chuvas não retornem ao normal, o município pede à comunidade que seja consciente na utilização da água, reduzindo os gastos em atividades como lavagem de veículos, calçadas, entre outros. Conforme a prefeitura, a fiscalização dos órgãos competentes deve se intensificar, bem como será solicitado ao Estado auxílio para enfrentamento da crise que a falta de chuvas ocasiona.

Foto: Luís Gustavo Betinelli


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.