28 Sep

Após mais de um ano depois da maior enchente de sua história, Muçum deve receber R$ 498,8 mil do Ministério do Desenvolvimento Regional. O recurso foi autorizado nesta terça-feira, 28, e já está publicado no Diário Oficial da União. Além da Princesa das Pontes, as cidades de União do Oste, em Santa Catarina e Juscimeira, no Mato Grosso, também receberão quantias para solucionar problemas provocados por desastres naturais. No município gaúcho, o recurso deverá ser utilizado para a construção de sete casas destruídas pela cheia do rio Taquari.

As residências que anteriormente estavam distribuídas entre os bairros São José, Fátima e rua Taquari, serão agora edificadas no bairro Jardim Cidade Alta. Cada uma delas terá 49,76 metros quadrados. Na cheia, aproximadamente 600 casas foram danificadas. Cento e vinte famílias tiveram que ser removidas de suas casas em função da cheia. Algumas foram levadas pelas águas, bem como mobiliários e utensílios. 

Os recursos foram solicitados ainda no ano passado, através da Defesa Civil Municipal, informando a situação de emergência em que a cidade se encontrava. Após o reconhecimento federal da situação, o pedido precisou passar por análises e atender critérios estipulados pelo ministério. 

Agora, com a publicação do reconhecimento federal por meio de portaria no DOU, o estado ou município pode solicitar repasses para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública danificada pelo desastre.

Foto: Luís Gustavo Betinelli / Divulgação


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.