09 Nov

O chamado "Auxílio Doença" do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixará de ser pago temporariamente a cerca de 85 mil pessoas a partir de quinta-feira, 11. Isso ocorre após realização de um pente-fino do órgão em alguns benefícios. Nestes casos, o segurado deveria comparecer junto ao INSS para realização de perícia médica, com o intuito de verificar possíveis irregularidades. 

Desde setembro passado, o órgão convocou 95.588 segurados para agendarem o procedimento até a data de 11 de novembro. Até o momento, pouco mais de 10,3 mil marcaram o exame. Sem realizar o procedimento, há possibilidade de perda do auxílio de incapacidade temporária. 

A listagem contendo os nomes dos segurados pode ser consultada no Diário Oficial da União. Os comunicados sobre o procedimento foram enviados através de cartas. Quem recebe a notificação tem 30 dias, a contar da data de recebimento informada pelos Correios, para agendar o procedimento. 

De acordo com o INSS, as pessoas convocadas por meio do Diário Oficial não foram localizadas nos endereços da base de dados do órgão ou receberam a carta de notificação, mas não marcaram a perícia médica. 

Para efetuar a marcação de perícia médica, o INSS disponibiliza três formas: pelo aplicativo Meu INSS, pela central de atendimento 135 ou pela página do INSS na internet.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.