11 Aug

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 11, que o litro da gasolina sofrerá aumento de 3,5% nas refinarias, a partir de quinta-feira, 12. De acordo com a estatal, o aumento será de nove centavos. Já o diesel não deverá sofrer nova elevação. Este será o segundo aumento consecutivo. 

O novo aumento é decorrente, segundo a Petrobras, da cotação do dólar e do preço do petróleo no mercado internacional. Quem define o reajuste é a própria estatal, baseada nestes indicadores. Desde a alteração do comando da estatal, os reajustes passaram a ser mensais. 

O general Joaquim Silva e Luna e demais diretores assumiram em abril, garantindo que seria mantida a política de preços de paridade internacional, mas com reajustes menos frequentes. A partir daí, foram duas quedas e uma elevação. 

O preço final ao consumidor, pago na bomba, é maior e depende de outros fatores, como o imposto estadual (ICMS), custo de transporte e lucro dos postos.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.