13 Dec
Polêmica: após se negar a realizar Primeira Eucaristia de criança, padre aciona Brigada Militar em Muçum

O final de semana foi movimentado nas redes sociais em Muçum. Tudo após a divulgação de vídeos nas redes sociais, do momento em que uma fiel compareceu à Igreja Matriz da cidade, no sábado, 11, sendo escoltada por uma guarnição da Brigada Militar. O motivo, segundo Fabiana Bagnara, foi a negativa do pároco Darci Grasel, em realizar a primeira eucaristia de sua filha e de outras crianças. 

Em publicação no Facebook, Fabiana desabafou sobre o ocorrido e tentou apresentar sua versão. Segundo ele, por dois anos, sua filha participou dos encontros da catequese em preparação ao sacramento. No entanto, o religioso teria se negado a realizar a cerimônia pois, segundo Fabiana, Grasel alega que a turma não estaria preparada. "Foi cobrado o livro no começo do ano e nem entregue foi às crianças. O restante das turmas receberam e farão a Primeira Eucaristia. Pedi ajuda ao bispo e hoje venho pedir à população que vem há anos sendo prejudicada por esse padre", desabafa.


Na postagem, é possível ver a chegada de Fabiana e de uma viatura da Brigada Militar que ficou na porta da igreja, monitorando a situação. "Vergonha é o que se chama. Nem um marginal não seria tratado assim. Toda a igreja presenciou e é testemunha", afirma Fabiana.

Essa não seria a primeira vez que o padre se nega a realizar uma cerimônia para a família de Fabiana. Em outra ocasião, Grasel negou batizar as duas filhas, pois, segundo ele, a mulher e o marido não eram casados no papel. 

Após a publicação nas redes sociais, uma enxurrada de críticas ao religioso e mais de uma centena de compartilhamentos dos vídeos foram feitas por pessoas da cidade e de fora dela. Até o momento, nem a diocese de Santa Cruz do Sul e o padre se manifestaram publicamente. No entanto, fontes ligadas ao bispo Dom Aloísio Dilli confirmaram que o material já chegou ao seu conhecimento ainda no domingo, 12. Ainda não há detalhes sobre o que deverá ser feito nos próximos dias, visto que há previsão da divulgação de nomeações e transferências de padres nos próximos dias.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.