01 Sep

Um novo reajuste no preço do gás de cozinha deve elevar ainda mais o valor pago pelo consumidor. De acordo com o Sindicato das Empresas Transportadoras e e Revendedoras de GLP do Distrito Federal (Sindvargas), o aumento parte das distribuidoras, que justificaram o reajuste de até 7% para cobrir altas de custos decorrentes da inflação e do reajuste salarial de funcionários. 

Em agosto, a Petrobras já havia aumentado o valor do gás em 7%. A atualização entrou em vigor nesta quarta-feira, 1º de setembro. O anúncio dos novos reajustes começou a ser anunciado pelas distribuidoras e deve fazer com que o preço do botijão de gás ultrapasse os R$ 100 em grande parte do país.

Confira a escalada de preços do gás de cozinha em 2021

  • 1º/9 – 7%
  • 6/7 – 6%
  • 14/6 – 5,9%
  • 2/4 – 5%
  • 1º/3 – 5%
  • 8/2 – 5%
  • 6/1 – 6%
Comentários
* O e-mail não será publicado no site.