29 Mar

O presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira, 28. A saída do militar ocorre após os últimos aumentos nos preços dos combustíveis, que acabou gerando incômodo entre o governo e a estatal. Em seu lugar foi indicado Adriano Pires, economista e especialista em óleo e gás. No entanto, a decisão precisa passar em assembleia do Conselho de Acionistas, prevista para o dia 13 de abril. 

Silva e Luna estava no cargo há quase um ano para substituir o então ocupante do cargo, Roberto Castelo Branco. Inicialmente, a informação divulgada era de que o general iria pedir demissão. Porém, como ele teria se recusado, o presidente decidiu pelo desligamento.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.