13 May

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, anunciou, na tarde de quinta-feira, 12, sua desistência em concorrer ao governo do Rio Grande do Sul nas próximas eleições. Ele afirmou, por meio de coletiva de imprensa, que irá cumprir seu mandato a frente do tricolor gaúcho até o final do ano. 

Bolzan era favorito dentro do seu partido, o PDT, a liderar o projeto para concorrer ao governo gaúcho. Segundo o presidente do Grêmio, houve insistência do partido para ele se candidatasse.  No entanto, o mandatário acredita que este ainda não é o momento para alçar voos maiores. “Sou muito grato ao PDT pelo convite. Mas, neste momento, disse que não poderia aceitar e vou concluir o mandato no Grêmio”, afirmou.

Conforme Bolzan, agora, seu principal objetivo é liderar o processo de recuperação do Grêmio, que disputa a série B do Campeonato Brasileiro, após tropeços no ano passado. “Neste momento, o mais importante é reconstruir o tropeço. O que está prevalecendo neste momento é o nosso gremismo. O que mais importa é ter a noção exata do que temos de recuperar e é isso que vamos fazer neste ano”, concluiu Bolzan.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.