30 May

Pelo menos três pessoas seguem em monitoramento após apresentarem sintomas da varíola do macaco no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, um casos foi registrado em Santa Catarina, outro no Ceará e um paciente no Rio Grande do Sul, que ainda não é considerado suspeito. Até agora, a pasta não registra casos confirmados no país. 

De acordo com as informações da Secretaria Estadual da Saúde (SES), o paciente gaúcho apresentou sintomas após retornar de uma viagem feita ao exterior no início de maio. Segundo a pasta, o paciente tem outro diagnóstico confirmado e, por isso, dialoga com o Ministério da Saúde se será considerado um caso suspeito de varíola dos macacos. A SES não informou qual seria o outro diagnóstico.

Segundo informações extraoficiais, o paciente teria retornado de Portugal, após visitar sua mãe no dia 10. Ele teria apresentado os primeiros sintomas três dias depois e, em 20 de maio, teria apresentado as lesões na pele, outro sintoma da doença. 

O Ministério da Saúde afirmou que ainda não há casos confirmados no país. No entanto, a situação segue sob investigação.   

Conforme as orientações sanitárias e médicas, a varíola dos macacos geralmente se cura por conta própria, com sintomas que duram de 14 a 21 dias. Os casos graves ocorrem com mais frequência em crianças e estão relacionados à extensão da exposição ao vírus, ao estado de saúde do paciente e à gravidade das complicações. 


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.