13 Sep

Segue até o final de dezembro desse ano, o prazo para que aposentados, pensionistas e beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), realizem a chamada prova de vida nas agências bancárias. O procedimento é obrigatório para evitar pagamento indevidos a pessoas que já faleceram ou até mesmo que não tenham direito a receber os benefícios. De acordo com o órgão federal, mais de 7,3 milhões de segurados precisam realizar a comprovação. Caso contrário, o benefício pode ser suspenso em razão da falta de atualização cadastral. 

Até agora, o procedimento havia sido suspenso, em decorrência da pandemia de covid-19. No entanto, com o veto do presidente Jair Bolsonaro que acabou derrubando a medida, os beneficiários precisam atentar-se aos prazos do calendário para realizar a atualização. 

De acordo com o INSS, o prazo varia conforme o mês em que o recadastramento deveria ter sido feito no ano passado. Por exemplo, quem faria a prova de vida em setembro ou outubro de 2020 e ainda não fez a atualização deve realizar o procedimento até o dia 30 de setembro deste ano. 

Já no mês que vem, será a vez daqueles que fariam a comprovação em novembro e dezembro do ano passado. 

Após o prazo limite, o benefício é bloqueado ou suspenso. Nesse período ainda será possível do beneficiário comparecer a uma agência bancária ou realizar o processo via aplicativo ou site e ter o beneficio liberado. Caso não faça, o pagamento é cancelado. 

Para reativar o benefício é necessário ligar para a central 135 e agendar o serviço. Há também a possibilidade de fazê-lo através do aplicativo Meu INSS. Após acessar o Meu INSS com o número do CPF e a senha cadastrada, busque por Reativar Benefício, na lupa. 

O recadastramento é feito no banco onde o aposentado ou pensionista recebe seu benefício (no guichê de atendimento, pelo caixa eletrônico e até pelo internet banking, em alguns casos).

Maiores de 80 podem agendar a prova de vida em domicílio

Para pessoas cima de 60 anos, com dificuldade de locomoção ou idosos de 80 anos, há possibilidade de realizar o agendamento da prova de vida em domicílio. Para realizar o procedimento, é necessário ligar para o 135 ou acessar o aplicativo Meu INSS e agendar uma visita de um funcionário do órgão. 


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.