28 Sep

A prova de vida para aposentados e pensionistas beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi novamente suspensa até o final do ano. A decisão ocorre após derrubada do veto do presidente Jair Bolsonaro, na segunda-feira, 27, pelo Congresso Nacional. 

Com a medida, cerca de 7,3 milhões de segurados do órgão não precisarão se deslocar até uma agência bancária para realizar o procedimento anual, que visa reduzir possíveis irregularidades no pagamento de benefícios. Em caso de não cumprimento da prova de vida, o beneficiário pode sofrer sanções como a suspensão do pagamento. 

A suspensão da realização da prova de vida já havia ocorrido ainda em 2020, em razão do avanço da pandemia de covid-19. Em junho desse ano, o Governo orientou pela retomada. No entanto, em agosto passado, o Congresso já havia aprovado pela continuidade da suspensão até dezembro, justificando que a medida era necessária, já que a pandemia de covid-19 ainda não estava controlada no país. Porém, o presidente Jair Bolsonaro acabou vetando a proposta e obrigando o retorno da realização da prova.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.